• Alternativa Esportes

Surfista de Bodyboard deixa aposentadoria e volta às competições profissionais no Rio

Por Rômulo Diego Moreira

Há dez anos, Vinicius ajudou na criação da primeira escola de bodyboard em Saquarema I Foto: Joel Mendonça

Para um surfista, explorar o mar salgado pode ser a energia para superar os momentos de tensão vividos pela crise sanitária de caráter global do coronavírus. Apesar das dificuldades impostas pelas restrições e o número de casos crescentes, Vinícius Viana, de 36 anos, volta a sentir seu encanto numa competição profissional no bodyboard. Neste sábado e no domingo (20 e 21), o surfista disputará a etapa do estadual da modalidade que vai acontecer na Praia do Recreio, na Zona Oeste do Rio.

Inscreva-se no canal da Alternativa Esportes no YouTube!

Após 11 anos parados, o atleta volta à ativa. Entre 2006 e 2010, Vinicius Viana participava como membro dos profissionais de bodyboard em várias competições no âmbito internacional. Depois de tanto tempo sem sentir a força das ondas, ele conta que os amigos foram os grandes incentivadores para fazê-lo voltar ao torneio.


- Meu regresso às competições é um pedido dos amigos mais íntimos e de alguns atletas que, independentemente de competição e resultados, acabaram se tornando verdadeiros amigos. Gente que me ajudou quando estava em uma fase crítica, sem encontrar trabalho. Além disso, quero homenagear dois saudosos amigos, conhecidos no meio como Bin e Careca, bodyboarders que sempre serão referência por sua amizade e companheirismo.


Ele volta às competições oficiais representando Niterói. A cidade tem um vínculo forte com o atleta, pois ele conseguiu colocar em prática seu projeto de instruir o esporte para crianças. A experiência na Oficina do Bodyboarding da Lyse Kitzinger, centro de excelência nacional desse esporte, marcou sua vida. À época, ele ensinava em plena sala de aula e depois levava os alunos para a parte prática na praia. Logo depois, ele foi professor em uma escolinha da modalidade em Piratininga, na Região Oceânica.

163 visualizações0 comentário