• Alternativa Esportes

Sem salários pagos em 2020, Ramon não sabe com qual elenco poderá contar no comando do Vasco

Por Kleber Pizão


Ramon ocupava o cargo de auxiliar-técnico permanente desde 2019 (FOTO: CARLOS GREGÓRIO JR. / VASCO)

A pandemia da Covid-19 tem mexido com a economia em todo o mundo e o futebol não fica imune a esse grave problema que é recorrente na administração dos clubes de futebol. No caso do Vasco, essa é uma questão antiga que foi agravada com o momento atual delicado.


O cruzmaltino ainda não efetuou nenhum pagamento no ano de 2020. As folhas de pagamento de janeiro, fevereiro e março ainda estão pendentes e a diretoria tenta negociar para evitar a perda de parte do elenco, que já não vem fazendo uma campanha empolgante para os torcedores. Com o acúmulo de três meses sem pagamento, os atletas já podem entrar na justiça e tentar a rescisão de contrato.

Siga a Alternativa Esportes no Youtube!

A diretoria corre para acertar pelo menos um dos salários pendentes, evitando a debandada por parte dos próprios jogadores, no entanto a expectativa dos dirigentes é que os atletas, principalmente da base, não queiram "sair pela porta dos fundos" do clube que os formou para o futebol. Esses exemplos são Talles Magno, Marrony e Andrey, que tem bom valor de mercado, são de interesse de outros clubes e caso saiam por ações na justiça, não renderiam nenhum valor ao Vasco.

123 visualizações

© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes