• Alternativa Esportes

Sem público e com calendário reduzido, F1 volta neste fim de semana na Áustria; confira projeção

Atualizado: Jul 5

Por Jonathan Machado


Confira a chamada da nossa equipe de Fórmula 1 para o GP da Áustria, nesse domingo!


Neste domingo (05/07), após 218 dias da última corrida disputada, a Fórmula 1 estará de volta para o início da temporada 2020, que marca o aniversário de 70 anos da principal categoria do automobilismo mundial. Não fosse a pandemia da Covid-19, a temporada teria começado em 15 de março, com o GP da Austrália. O circo da Fórmula 1 chegou a se reunir em Melbourne para o fim de semana de atividades, porém, com a confirmação de casos da doença em integrantes de equipes como a Mc Laren, horas antes do começo dos treinos livres de sexta-feira, a organização da categoria suspendeu todas as atividades e cancelou o grande prêmio.


Desde então o cenário incerto devido à pandemia em diversos países, somado ao estreitamento do calendário deste ano com o passar do tempo, fez com que algumas etapas confirmadas para o Mundial de 2020 fossem canceladas, casos de Austrália, Mônaco, Holanda e França. Outras foram adiadas, casos de Bahrein, China, Vietnã, Azerbaijão e Canadá.


Calendário confirmado


Foram confirmadas, até o presente momento, a realização de oito etapas, quantidade mínima de provas previstas em regulamento para que um campeonato seja considerado válido. Todas essas corridas se concentrarão na Europa em um intervalo de apenas dez semanas. Teremos até algumas rodadas duplas sendo realizadas. Veja o calendário:


05/07 – GP da Áustria

12/07 – GP da Estíria (Áustria)

19/07 – GP da Hungria

02/08 – GP da Grã-Bretanha

09/08 – GP do Aniversário de 70 anos (Silverstone)

16/08 – GP da Espanha

30/08 – GP da Bélgica

06/09 – GP da Itália

Siga a Alternativa Esportes no Instagram!

Quem será o grande campeão desta temporada? | Foto: Divulgação

A expectativa é de que a próxima leva de corridas confirmadas se concentre no continente asiático. Entre as etapas adiadas, Azerbaijão vem sendo apontada, nos bastidores, como a primeira a ser disputada após a gira europeia. O Bahrein vive a expectativa de figurar no calendário em dezembro, antecedendo a possível realização do GP de Abu Dhabi. O Vietnã, etapa que estrearia nesse ano, segue negociando uma nova data com a Liberty Media e necessita de um tempo maior para a organização da corrida, devido o traçado ocupar vias públicas. A China aguarda um posicionamento do governo local quanto à liberação de realização de eventos internacionais no país. Já o Canadá tem poucas chances de conseguir voltar ao calendário, principalmente pela questão climática da região da Ilha de Notre Dame, que após o mês de setembro inicia o período de temperaturas mais frias e nevascas.


E o Brasil, como fica?


O GP do Brasil segue ameaçado, os organizadores chegaram a anunciar a venda de ingressos, porém recuaram com o aumento da pandemia no país. Em calendários preliminares e não oficiais, a etapa brasileira ainda aparece com previsão de realização em 8 de novembro, uma semana antes do previsto no calendário divulgado no fim do ano passado. As corridas que originalmente seriam disputadas após o mês de setembro, seguem sem nenhuma confirmação por parte da organização da F1, porém sabe-se que a etapa de Singapura, tem pequenas chances de acontecer.


A questão financeira também preocupa a Fórmula 1, já que grande parte das receitas da categoria advém de taxas cobradas dos organizadores para a realização das etapas, o que devido a falta de venda de ingressos, pela proibição de presença de público nos autódromos, dificulta a manutenção dos contratos assinados outrora, o que fez com que as partes revissem os valores.


O que se sabe sobre a quantidade final de provas no calendário é a intenção da Liberty de realizar entre 15 e 18 etapas, números estes que não são por acaso: vêm da exigência para a manutenção contratual dos direitos de transmissão assinados entre a empresa e os grupos de mídia mundo afora. Caso não haja ao menos 15 etapas em 2020, estes contratos podem não ter valor.

Inscreva-se no canal da Alternativa Esportes no YouTube!

Projeção de desempenho e mercado de pilotos


No cenário esportivo da categoria a Mercedes aparece novamente como a favorita para a conquista de mais um título de pilotos e equipes. Ferrari e Red Bull correm por fora. No mercado de pilotos, as novidades para este ano ficam por conta da volta à categoria do francês Esteban Ocon, agora para a Renault e do canadense, advindo da F2, Nicholas Latifi para a Willians. Hulkenberg e Kubica, respectivamente, perderam as vagas nas equipes. Porém, a quarentena já promoveu mudanças futuras na Fórmula 1 para 2021. A Ferrari surpreendeu ao anunciar a não renovação com o tetracampeão Sebastian Vettel e anunciou para o seu lugar o espanhol Carlos Sainz, hoje na Mc Laren. A vaga do espanhol será ocupada na equipe de Woking, no próximo ano, pelo carismático australiano Daniel Ricciardo. O assento deixado vago por Ricciardo ainda segue em aberto. Vettel também não tem nada confirmado para o próximo ano. Em 2021, teremos mudanças técnicas importantes na F1 que podem mudar os rumos da categoria.


Pilotos brasileiros na F1


Para o Brasil, as esperanças de termos um brasileiro de volta ao grid no próximo ano aumentaram: o mineiro Sergio Sette Câmara deixou de ser piloto de testes da Mc Laren para agora ser reserva na Red Bull e na Alpha Tauri. Pietro Fittipaldi, neto do bicampeão Emerson Fittipaldi, segue como piloto de testes e reserva da Hass.


Os protocolos de segurança, em virtude da pandemia do novo coronavírus, reduzirão consideravelmente a quantidade de pessoas e estruturas que viajarão com as equipes para a realização das corridas. Protocolos de entrevistas serão mais rígidos, além da tradicional festa do pódio, como conhecemos hoje, será abolida neste ano.


A Alternativa Esportes, pelo segundo ano consecutivo, será a casa da velocidade entre as web rádios. Iremos acompanhar toda a cobertura do mundial de Fórmula 1, com a mesma equipe de sucesso do ano passado. A narração fica por conta de Jonathan Machado e os comentários serão de Sergio Milani e James Azevedo. A cobertura do GP da Aústria começa às 9h deste domingo, com largada prevista para as 10:10h. Você pode ouvir aqui no site, pelos aplicativos da Alternativa Esportes e do Radiosnet ou em nossa live no YouTube, no canal Alternativa Esportes.

0 visualização

© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes