• Alternativa Esportes

Sem alma, Flamengo é um time comum sob o comando de Domènec Torrent

Este é um artigo opinativo. O texto abaixo é de total responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, a opinião da Alternativa Esportes Web Rádio.


Por José Roberto Julianelli


Domènec à beira do gramado: até o momento, técnico só conquistou uma vitória com o Flamengo | Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Um time sem vida, sem vibração e sem alegria. É assim que vejo o Flamengo de Domènec Torrent nesse início de trabalho. É perceptível o desconforto de alguns jogadores dentro de campo e também ao serem substituídos no decorrer das partidas, ou mesmo quando têm que ficar no banco, principalmente aqueles que eram titulares absolutos na Era Jesus.


Como já escrevi antes por aqui, é preciso urgentemente se descolar daquele Flamengo de 2019. Tão cedo ou jamais haverá outro igual. Nunca mais houve um Flamengo igual ao de 1981, com Zico, Andrade, Adílio, Leandro, Nunes, Júnior, Raul... Claro que surgiram outros times que conquistaram títulos importantes, mas nem de perto se assemelharam àquele que deslumbrava a todos. O do ano passado também nos enchia os olhos pela organização tática, pela força física, pelo empenho e intensidade durante o jogo inteiro. Muito disso vinha do banco, da personalidade e do estilo do técnico à beira do gramado. E também das arquibancadas.

Inscreva-se no canal da Alternativa Esportes no YouTube!

O que se tem hoje é uma outra realidade. Sem a presença dos torcedores para incentivar o time, há ainda um estilo diferente na condução e orientação da equipe durante os jogos. Se vai permanecer assim ou vai mudar, não se sabe. É muito cedo para julgar. No entanto, ou os jogadores e a torcida se adaptam e entendem essa nova fase, ou o tempo de validade desta comissão técnica será curto.


Com infinitamente muito menos material humano, Ramon Menezes, Paulo Autuori e Odair Hellmann vêm desenvolvendo um bom trabalho no Vasco, Botafogo e Fluminense, respectivamente. Talvez a falta de um elenco mais sólido e qualificado não lhes permita dar uma boa sequência, e as equipes caiam de produção, porém não podemos deixar de reconhecer e elogiar o desempenho das equipes deles neste início do Campeonato Brasileiro.


Enquanto isso, o milionário elenco tenta evitar que uma crise se instale e que o projeto comece a ruir. O sonho não acabou, mas é possível que no meio desse sonho, diretoria, jogadores e torcedores tenham que experimentar algum pesadelo. Faz parte da vida, é bom para o crescimento, traz de volta a humildade e coloca a arrogância de alguns no lugar em que deve permanecer. O Brasileirão está apenas começando, mas já tem nos ensinado algumas lições importantes.

35 visualizações

© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes