• Alternativa Esportes

Quem para o Jesus FC?

Este é um artigo opinativo. O texto abaixo é de total responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, a opinião da Alternativa Esportes Web Rádio.


Por Vinícius Sacramento


Jorge Jesus, o Mister, cumprimenta crianças no túnel do Maracanã (Foto: Paula Reis)

Os números do técnico português Jorge Jesus à frente do Flamengo tornam-se a cada dia mais impressionantes. Na vitória sobre o CSA, no último domingo (27/10), o “Mister” completou um turno inteiro de Brasileirão: em 19 jogos, o Flamengo venceu 16 e empatou os duelos contra São Paulo e Corinthians. O Bahia foi a única equipe a vencer, com requintes de crueldade: 3 a 0 na Fonte Nova, com três gols de Gilberto. O time de Jesus saiu da terceira colocação - 8 pontos atrás do então líder Palmeiras - para a liderança disparada, 10 pontos à frente do Alviverde. São 50 pontos em 57 possíveis. Se o “Jesus FC” fosse um time, seria quarto lugar no campeonato, à frente do São Paulo e aparecendo no retrovisor do Santos. Nas nove primeiras partidas da competição nacional, o Rubro-Negro fora comandado por Abel Braga (até a 6ª rodada) e pelo interino Marcelo Salles, o “Fera”, antes da parada para a Copa América.


Ainda no começo do trabalho do português, houve uma eliminação nas quartas de final da Copa do Brasil, nos pênaltis, para o Athletico-PR, que viria a ser o campeão. Mas no Brasileirão, a sequência atual é avassaladora: quase três meses sem derrota e 14 vitórias nos últimos 15 jogos. A exceção foi o empate sem gols contra um fechadíssimo São Paulo. Chama a atenção o estilo do técnico, que sempre se mostra insatisfeito à beira do campo, até mesmo quando o time está vencendo. Marcação alta, forçando o erro dos adversários e contra-ataques mortais também são marcas dessa nova fase. O Flamengo do gajo costuma “amassar” o adversário na sua intermediária de defesa, e aproveita a ótima fase do trio Arrascaeta, Gabriel Barbosa e Bruno Henrique para balançar a rede em quase todos os jogos. Não à toa, os três são os principais artilheiros do Brasileirão 2019. Gabigol caminha para se tornar o maior artilheiro do Flamengo em uma temporada neste século: está a dois tentos de superar os 36 gols de Hernane Brocador em 2013 - atualmente, tem 35.


Flamengo de Jesus tem aproveitamento de campeão (Infográfico: Nexo Jornal)

A mudança na defesa também está a olhos vistos. Com Abel, a bola aérea era um dos pontos fracos do Clube da Gávea. Hoje, o Flamengo raramente leva gol, e na maior parte dos jogos, Diego Alves sua pouco a camisa. Contra o clube alagoano, porém, o time sentiu o cansaço da maratona de jogos em outubro -- incluindo a semifinal da Libertadores, em que eliminou o Grêmio num histórico 5 a 0. Mesmo com o abismo no orçamento e com o goleiro titular afastado do elenco, o CSA vendeu caro a derrota. A partida marcou o recorde de público do Campeonato Brasileiro até aqui: 65.649 pagantes e 69.846 presentes no Maracanã.


Os desafios de novembro podem coroar a passagem de Jorge Jesus pelo Rubro-Negro: com larga vantagem sobre Palmeiras e Santos, o Flamengo de 2019 já tem campanha melhor que a de sua última conquista, em 2009. O heptacampeonato do Brasileirão pode ser celebrado com quatro rodadas de antecedência. E no dia 23 de novembro, a final da Libertadores - ainda marcada para uma Santiago em guerra civil - tem um páreo duríssimo pela frente: o River Plate de Armani, Lucas Pratto e Marcelo Gallardo. Ainda não dá pra saber quem vai nocautear o Flamengo de Jesus, mas é certo que uma minirrevolução está a se desenhar no futebol brasileiro.

19 visualizações

© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes