© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Alternativa Esportes

O nascimento de uma estrela

Por: Rômulo Diego Moreira

Cori Gauff foi um dos grandes nomes de Wimbledon nesta edição (Foto: Getty Images)

A versão 2019 de Wimbledon já entrou para a história. De tempos em tempos, o mundo é surpreendido por um fenômeno que cai como um raio. Quando o inexplicável acontece na grama sagrada, o torneio mais importante do circuito de tênis, todos ficam ainda perplexos. Não importa se o vencedor deste ano será Federer, Djokovic, Nadal, Serena ou Halep. O maior nome deste ano é Cori Gauff.


Nesta semana mágica, ela se tornou a atleta mais jovem a conseguir entrar na chave principal na Era Aberta (a partir de 1968). A jovem tenista americana de 15 anos de idade passou da qualificação, após vencer três jogadoras – Aliona Bolsova, Valentyna Ivakhnenko e Greet Minnen. A espanhola Bolsova é top 100 (92 no rank da WTA) e está acostumada a jogar torneios maiores que a adolescente número 313 do mundo.


Depois da surpresa inesperada no Grand Slam inglês, a primeira rodada reservava um encontro no mínimo interessante entre duas jogadoras dos Estados Unidos. De um lado, teria a jogadora mais jovem do torneio com excelente potencial. Do outro lado, por sua vez, uma lenda do esporte. A jogadora que mudou a forma de como o jogo é jogado na atualidade. A partida de fã contra ídola aconteceu na quadra 1 com a vitória de Coco, apelido da tenista, contra a pentacampeã Venus Williams por 2 set a 0, com um duplo 6/4.


Na segunda rodada, ela continuou encantando e triunfou em cima de Magdalena Rybarikova, mais um 2 a 0 por um duplo 6/3. A última partida na primeira semana foi na quadra central, e a derrotada foi a eslovena Polona Hercog, de virada, por 2 sets a 1. Nas oitavas de final, nesta segunda (08/07), teve outro desafio de alto nível: a romena Simona Halep, outra ex-número 1 do mundo, mas acabou perdendo por 2 sets a 0, com um duplo 6/3. Embora ainda seja muito cedo para afirmar categoricamente aonde Cori Gauff chegará, ela já tem os holofotes e a perspectiva do nascimento de uma nova estrela.

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes