• Alternativa Esportes

O melancólico retorno do Campeonato Carioca

Este é um artigo opinativo. O texto abaixo é de total responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, a opinião da Alternativa Esportes Web Rádio.


Por Nícholas Franco


Bolas sendo higienizadas com álcool em gel durante Bangu x Flamengo | Foto: André Durão/globoesporte.com

Vivemos uma pandemia em que, semana após semana, o país ainda não sabe quando as coisas poderão voltar ao normal na vida cotidiana de forma geral. Quando os home offices vão acabar? Quando os estudantes vão voltar à sala de aula? Quando as pessoas vão voltar a se cumprimentar sem precisar respeitar distância mínima, deixar de assistir a espetáculos públicos por lives? [...] Quando teremos a vacina para o Covid-19?


Tantas perguntas sem resposta, tantas dúvidas fundamentais para o retorno da normalidade... E o Brasil voltou a ter bola rolando na última quinta-feira (18). Mais especificamente no Rio de Janeiro, com o retorno do Campeonato Carioca. Incentivados principalmente pelos interesses financeiros dos clubes de menor porte, que necessitam do Estadual para sobreviver, além de serem endossados por um Vasco da Gama em crise econômica, e liderados por um Flamengo que inexplicavelmente toma este tipo de posicionamento, talvez no momento de maior estabilidade financeira da história do clube.


A partida que marcou o retorno foi entre Flamengo x Bangu. Mas o jogo ficou totalmente em segundo plano. Um Maracanã vazio por não poder receber público na semana em que completou 70 anos. O clube de maior torcida do país jogando para ninguém ver. Uma partida que sequer teve transmissão por TV aberta. Numa cidade que tem governador e prefeito discordando e tomando decisões precipitadas a todo momento quanto a questões de isolamento e flexibilização da quarentena. Em um estado com curva de contaminação e mortes ainda ascendente e com números de pico superiores a países como Espanha e Inglaterra.

Siga a Alternativa Esportes no Instagram!

Em um campeonato cuja federação se reúne para decidir sobre o retorno de uma competição sem a presença dos clubes que discordam da decisão por razões de saúde dos atletas. A mesma federação que retoma o campeonato na mesma semana que opta por retomá-lo. Sem dar tempo para aqueles que não voltaram às atividades por (reafirmando) motivos de segurança dos seus jogadores se preparem de forma adequada, e ainda os ameaça de punições desportivas por abandono de torneio. Algo que não aconteceria se todos estivessem "remando para o mesmo lado": o lado da vida.


Sobre o jogo, o Rubro-Negro venceu por 3x0 , com gols de Arrascaeta, Bruno Henrique e Pedro Rocha. Mas é impossível que o resultado não fique em segundo plano. A retomada do futebol no Brasil deveria ser motivo de celebração do retorno à normalidade. Mas simbolizou o desdém pela vida. O Carioca, conhecido como "o mais charmoso do Brasil", não poderia em hipótese alguma retornar em um momento como o atual. O Rio de Janeiro é o segundo estado com números mais alarmantes quanto à Covid-19. No entanto foi o único a voltar até agora... E o temor é que outras federações pelo Brasil sigam seu péssimo exemplo.

33 visualizações

© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes