• Alternativa Esportes

Maracanã: relembre quatro jogos marcantes dos clubes cariocas no estádio no século passado

Por Luca Garcia


Aproveitando o clima de comemoração pelos 70 anos do Maracanã, completados na última terça-feira (16), retomamos às memórias do século passado e elegemos quatro confrontos que marcaram os quatro tradicionais clubes do Rio de Janeiro no estádio. Confira:


Maurício anotou o gol do título carioca de 1989 | Foto: Marcos André Pinto/Arquivo Agência O Globo

Botafogo 1x0 Flamengo – 1989 (Final do Campeonato Carioca)


Redentor da glória nos anos 60, depois de conquistar quatro dos dez campeonatos cariocas, o Botafogo viu seu futebol cair num jejum de 21 anos sem se sagrar campeão estadual. Porém, com o time iluminado, o Alvinegro fez uma excelente campanha no fim daquela década: em 24 jogos, foram 15 vitórias, nove empates e nenhuma derrota.


Dessa forma, após conquistar a Taça Rio em jogo épico contra o Flamengo – perdia por 3x1 e conseguiu o empate nos minutos finais –, o Glorioso decidiria o campeonato novamente em duelo com o Rubro-Negro. Assim, no dia 21 de junho de 1989, Maurício fez jus à camisa 7 e marcou o único tento da partida para delírio dos botafoguenses.


Momento do gol de Zico, o segundo do Fla na decisão | Foto: Anibal Philot/Agência O Globo

Flamengo 3x2 Atlético Mineiro – 1980 (Final do Campeonato Brasileiro)


Na época tricampeão estadual, o Flamengo buscava consagração no primeiro título nacional da história rubro-negra. Além disso, os três principais rivais cariocas já haviam conquistado a taça – Fluminense, Vasco e Botafogo –, e restava ao time de Cláudio Coutinho se eternizar para essa glória.


Considerado o maior time do Fla de todos os tempos, o ápice veio em uma campanha quase perfeita, com apenas duas derrotas. Uma delas, inclusive, no primeiro jogo da final, em Belo Horizonte. No entanto, a volta no Maracanã contaria com mais de 154.000 torcedores para alavancar Zico e companhia, 40 anos atrás. Dessa forma, o objetivo foi alcançado: com dois gols de Nunes e um do Galinho de Quintino, o time venceu por 3x2 e deu início a uma década espetacular para o clube da Gávea.

Faça parte da Rede Alternativa de Rádios! Entre em contato pelo WhatsApp!

Renato Gaúcho comemora gol improvável | Foto: Anibal Philot/O Globo

Fluminense 3x2 Flamengo – 1995 (Final do Campeonato Carioca)


O Fla-Flu sem dúvidas é um dos maiores clássicos do Brasil, e o Maracanã sempre presenciou esse duelo em diversos contextos. Porém, o ambiente em torno dessa partida foi símbolo de toda uma geração de tricolores. Naquele 25 de junho, o Flamengo tentava a conquista do título no seu ano de centenário, marcado pela contratação de Romário, que, em 1994, atuando pelo Barcelona, foi o melhor jogador do mundo, além de ser protagonista do tetra da Seleção.


Porém, o inusitado Fluminense contaria com a estrela de Renato Gaúcho para eternizar um dos momentos mais marcantes do estádio. Assim, aos 42 minutos do segundo tempo, após bela jogada de Aílton, o centroavante escorou e fez o famoso “gol de barriga”. Com isso, deu fim ao jejum de dez anos sem títulos estaduais para o Tricolor das Laranjeiras.


Roberto Dinamite disputa bola na final | Foto: Reprodução

Vasco 2x1 Cruzeiro – 1974 (Final do Campeonato Brasileiro)


Em uma campanha particular, o Vasco conseguiu seu primeiro título brasileiro no gramado mágico do Maracanã. A conquista ficou marcada pelas grandes atuações do maior ídolo cruzmaltino, Roberto Dinamite, na época com apenas 20 anos. Após avançar para o quadrangular final sem grande favoritismo, o Gigante da Colina conseguiu reverter o mando de campo da decisão, disputada em um jogo extra por conta do empate nas pontuações, utilizando o artigo 54, que previa a mudança em caso de agressões.


Assim, já que o vice-presidente do Cruzeiro tentou agredir o árbitro Sebastião Rufino, no primeiro jogo entre as equipes no quadrangular, a partida foi transferida para o templo do futebol. Dessa maneira, com sua torcida em peso, os vascaínos ergueram a taça com os gols de Ademir e Jorginho.

0 visualização

© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes