• Luiza Martz

Mês Internacional da Mulher: 5 atletas femininas que protagonizaram momentos incríveis no esporte

Em um passado não muito distante, era normal que o cenário esportivo fosse protagonizados por homens. As mulheres foram, por muito tempo, impedidas de participar de competições, praticar esportes e até mesmo de assisti-los. Felizmente, os tempos mudaram e hoje em dia, é cada vez mais comum ver atletas femininas de alta performance rompendo barreiras e fazendo história. E para comemorar o Mês Internacional da Mulher, aqui estão 5 atletas protagonistas de momentos incríveis.


Babe Didrikson


Imagem: Three Lions/Getty Images


Na Olimpíada de 1932, Didrikson destacou-se por ser um exemplo de multiatleta. Participou oficialmente de três modalidades distintas – lançamento de dardos, 80m com barreiras e salto em altura, onde conquistou dois ouros e uma prata, respectivamente. Não satisfeita, a americana dedicou-se ao golfe pós a competição, destacou-se e se tornou uma das primeiras mulheres na modalidade. Isso sem falar nos outros esportes que ela praticava, como basquete, baseball, tênis, natação e afins.


Nadia Comaneci


Imagem: Don Morley/Getty Images


Com apenas 14 anos de idade e em sua primeira Olímpiada em 1976, Nadia Comaneci conseguiu um feito incrível: recebeu o primeiro 10 perfeito da história da ginástica, além de outras três medalhas de ouro. Até hoje, a romena marca presença em listas de melhores ginastas de todos os tempos e é apontada como uma das responsáveis pela popularização do esporte no mundo.


Marit Bjørgen


Imagem: Richard Heathcote/Getty Images


Os Jogos de Inverno de 2018 foram o palco de um impressionante feito da esquiadora norueguesa. Aos 37 anos, Bjørgen conquistou a sua 15º medalha olímpica e tornou-se a maior campeã histórica dos jogos. A atleta participou das cinco últimas edições e ostenta 8 medalhas de ouro, 4 de prata e 3 de bronze.


Gabriela Andersen



Imagem: Focus on Sport/Getty Images


Como falar sobre Jogos Olímpicos e não lembrar de Gabrielle Andersen em 1984? Apesar de não ter sido medalhista, a suíça protagonizou um dos momentos mais memoráveis da história em Los Angeles. Aos trancos e barrancos, se contorcendo em câimbras, com os músculos duros e praticamente sem mobilidade, a maratonista caminhou até a linha de chegada e desabou logo em seguida, sem se aguentar em pé. Uma imagem que até hoje impressiona e define bem o espírito olímpico.


Marta Silva



Imagem: Marcio Machado/Getty Images


Não há como não mencionar nossa Rainha do futebol em uma lista como essa. A atleta é vencedora (e recordista) de 6 títulos de melhor jogadora de futebol do mundo, maior artilheira da história das Copas de Mundo de futebol com 17 gols marcados e campeão pan-americana e da Copa América com a seleção feminina de futebol. Além de tudo, Marta é uma grande aliada na luta para tornar o futebol feminino mais valorizado no país.


E no Mês Internacional da Mulher, o Alternativa Esportes deseja que estas histórias inspiradoras sejam apenas o começo!

21 visualizações0 comentário