• Alternativa Esportes

Jogos às 11 da manhã: por quê?

Por: Almeno Campos


Olá, amigos e amigas da Alternativa Esportes!

Neste sábado (20/07), haverá mais um jogo às 11h (horário de Brasília). Sim! Sábado, nessa hora, Vasco e Fluminense se enfrentarão em São Januário, no Rio de Janeiro, pela 11ª rodada do Brasileirão. Um horário que, digamos, é diferente, mas que está se tornando comum no futebol brasileiro e que tem sido um sucesso em nível de público, que tem comparecido em grande número nesse horário.

No último domingo (14/07), estive na coletiva do técnico do Flamengo, Jorge Jesus, após a vitória do Rubro-Negro por 6 a 1 em cima do Goiás, no Maracanã, pelo Brasileirão. Pedi a opinião dele a respeito disso. Ele usou exemplos que acontecem na Europa, como Espanha, Itália e Inglaterra, que têm jogos ao meio-dia e às 14h (hora local), por exemplo, para atender a interesses comerciais na Ásia, que tem mercado gigantesco. Ele até justificou ser favorável em um ponto: a exposição da marca Flamengo no exterior. Jorge concluiu da seguinte forma, porém mostrando também um lado negativo:

- Se for para ser vendido para outras partes do mundo, justifica-se. Se é só por causa do Brasil, aí não - disse Jorge, que também ressaltou a falta da torcida ir em grande número, falando também da festa que nós fazemos.

Mas sabemos que o Brasileirão é pouco difundido no exterior. Sabemos que hoje o dinheiro move o futebol, porém vem o ponto do motivo de eu ser contra dos jogos serem às 11h. Temos que levar em conta os principais artistas do espetáculo: os jogadores.

A preparação muda completamente, principalmente em relação a alimentação. Muitos se queixam de jogarem nesse horário. Também há o fator do clima. Muitas vezes faz calor nos jogos deste horário, apesar do campeonato acontecer entre o outono e a primavera. Então os atletas que atuar no sol do meio-dia.

Sabemos que boa parte dos jogadores da Série A tem grande salário, mas eles recebem e são cobrados, principalmente pelos torcedores, para jogarem em alto nível. Com o calor que faz muitas vezes, como terão um grande rendimento? Ainda mais em uma competição com o baixo nível técnico que tem como é o Brasileirão? Já aconteceu um jogo nesse horário em Recife, Pernambuco. Foi em 2016, no duelo entre Santa Cruz e Vitória, no Brasileirão daquele ano. Na época, o então atacante Grafite, hoje comentarista do SporTV, reclamou bastante:


- Jogar às 11h é desumano. Nós sentimos e até o próprio árbitro sentiu. Mesmo nessa época do ano, que o clima é mais ameno aqui, é complicado - disse Grafite.


Para termos um produto de qualidade, devemos também pensar nos jogadores, nas condições e na qualidade do jogo. Afinal, eles são os principais artistas do espetáculo.

Santa Cruz e Vitória já se enfrentaram na Série A em Recife, em 2016, às 11h (Foto: Paulo Paiva / Diário de Pernambuco)

0 visualização

© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes