• Alternativa Esportes

Flamengo 2019



Foto: Marcelo Cortes/Flamengo

Por: J.V. Laguárdia


O ano de 2019 promete para a nação rubro-negra. Não é por menos, depois das contratações da última semana, o flamenguista realmente pode sonhar com um  2019 promissor. O presidente Rodolfo Landim e o vice de futebol, Marcos Braz, irão colher os frutos de uma gestão eficiente no quesito contenção e ajustes de gastos, legado importante do ex-presidente Eduardo Bandeira de Mello, que deve ser destacado com relevância. Os 100 milhões de reais são de diferentes fontes, como venda de Vinícius Júnior, Vizeu e Lucas Paquetá, bilheteria, sócio-torcedor, patrocínio e direitos televisivos.


O primeiro reforço do Flamengo, ainda no fim de 2018, foi o de Abel Braga, um técnico multicampeão, vencedor e com condições de segurar um elenco recheado de bons jogadores: a escolha foi acertada. Para os mais rodados no futebol, há quem possa lembrar da sua primeira e única passagem pelo Mengão, em 2004, que não foi boa, mas o tempo e o elenco eram outros. O técnico amadureceu e dentro do vasto currículo do treinador, os títulos com mais relevâncias são do da Libertadores da América e Mundial de Clubes da FIFA, em 2006 com o Internacional e o Campeonato Brasileiro, em 2012 com o Fluminense, time que na época contava com o aporte financeiro da Unimed.


Na primeira semana de Janeiro de 2019, enquanto muitos estavam se recuperando da ressaca do Ano Novo, a diretoria estava atenta ao mercado. Nomes grandes do futebol brasileiro eram especulados no Ninho do Urubu. Miranda, Gil, Pepe e Dedé eram cotados para assumir a vaga deixada por Réver, que assinou com o Atlético-MG. Porém, após uma negativa de um possível retorno ao futebol brasileiro, por enquanto, Miranda e Gil foram descartados. Por fim, Pepe se desvinculou do seu time da Turquia e acertou o retorno ao Porto. Então, após um pedido de Abel Braga, Marcos Braz apostou as suas fichas no zagueiro celeste, mas a diretoria cruzeirense disse que Dedé era inegociável. A solução encontrada foi dentro do mercado nacional, e Rodrigo Caio, em baixa no São Paulo, foi contratado por 5 milhões de euros.


Na segunda semana, e que semana, mais duas contratações bombásticas. Após especulações intermináveis e um suspense de onde Gabigol iria jogar em 2019, a novela teve um final feliz para o Flamengo, que estava na procura de um camisa 9 matador. O Rubro-Negro conseguiu um acerto com a Internazionale de Milão e Gabriel Barbosa permanecerá no futebol brasileiro por mais um ano, agora defendendo o clube de maior torcida do Brasil. A condição foi de que o time brasileiro pagasse o salário integral do jogador, uma bagatela de um 1,25 milhões de reais. Outro jogador que tomou as manchetes dos jornais do RJ e MG foi Arrascaeta. O camisa 10 uruguaio do Cruzeiro, que terminou 2018 como ídolo da torcida azul ao marcar o gol que deu o título da Copa do Brasil, se envolveu em uma confusão na capital mineira. O jogador retornou ao Brasil no dia da reapresentação de todo o elenco, mas depois de uma reunião na qual o seu empresário teria apresentado uma proposta irrecusável em relação a salários, e Itair Machado ter recusado vender o atleta, Arrascaeta viajou para o Uruguai. Sem clima, e com o desejo de receber o maior salário do Flamengo, cerca de 1,5 milhões de reais, a diretoria cruzeirense aceitou a proposta de 15 milhões de euros.


Porém, durante a negociação do uruguaio, uma informação começou a circular pela internet: em um acordo de cavalheiros, as diretorias do Flamengo e do Cruzeiro acertaram que o time do Rio de Janeiro não iria mais fazer novas investidas pelo zagueiro Dedé. Pouco tempo depois, a imprensa carioca desmentiu essa notícia e afirmam que o defensor pode pintar na Cidade Maravilhosa, como jogador do Flamengo. Outro jogador que pode defender o clube vermelho e preto é o lateral Rafinha, que tem contrato com o Bayern de Munique até o meio de 2019, final da temporada europeia. Outro lateral que entrou na mira de Marcos Braz é o jovem Jorge, cria da base flamenguista.


A lateral é a principal posição que deve ser observada e reforçada para a temporada 2019. O time que conta com Éverton Ribeiro, Diego, Vitinho, Arrascaeta e Gabigol é muito ofensivo, mas precisa de laterais que saibam apoiar bem o ataque, que acertem cruzamentos e que recomponham a defesa no momento em que o time não está com a bola e está sendo atacado. Outra boa notícia ao torcedor é que o goleiro Diego Alves continuará no elenco e deve ser o goleiro titular da temporada.


Além dos bons jogadores e de uma melhor saúde financeira, há um ponto que aproxima Flamengo e Palmeiras, seu principal concorrente na busca por títulos. Infelizmente, a base desses dois times estão sendo pouco aproveitadas e os jovens não terão muito espaço neste ano. O que a gente pode esperar dessa máquina flamenguista é um 2019 promissor, com um time qualificado e que vai entrar para ser protagonista de todos os campeonatos que irá disputar. A partida contra o Ajax mostrou um time com bom toque de bola, mas que ainda peca quando está sendo atacado. Claro, os atletas pouco treinaram e estão sem ritmo de jogo, mas acredito que não veremos os atuais laterais apresentando um futebol superior ao dos últimos dois anos.


Sorte e competência ao técnico, jogadores e diretoria!

© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes