• Alternativa Esportes

Dispensados do Galo podem reforçar Botafogo e Vasco para a disputa do Brasileirão

Por Luiz Borges e Nícholas Franco


Ricardo Oliveira, de 40 anos, vai tentar se realocar no mercado. (FOTO: RENATO PIZZUTTO /BP FILMES)

Recém chegado no Atlético Mineiro, o Argentino Jorge Sampaoli fez uma espécie de limpa no elenco. Seis jogadores foram dispensados: Ricardo Oliveira, Di Santo, Edinho, Zé Welison, Ramón Martínez e Lucas Hernández. Ao mesmo tempo, neste contexto de pandemia global, Botafogo e Vasco pensam em alternativas para reforçar seus respectivos elencos visando qualificação para o Brasileirão.


Esses atletas não são baratos. Ao todo, eles custaram ao clube mineiro cera de 30 milhões de reais. Apesar disso, o Galo buscou aliviar a folha salarial do clube em R$912 mil. Como eles estão em baixa no mercado de transferência, há a possibilidade de negociação. Nesse sentido, o comentarista da Alternativa Esportes, Nicholas Franco, analisou como esses reforços se encaixariam nos esquemas táticos de Vasco e Botafogo.

Siga a Alternativa Esportes no Twitter!

Vasco


O Vasco tem como principais carências do seu elenco a zaga e a lateral esquerda. Portanto Lucas Hernandez seria uma boa alternativa. O clube tem uma boa quantidade de volantes em seu elenco. Freddy Guarín é titular absoluto e Raul briga pela titularidade com Bruno Gomes. O meia Benítez acaba de chegar para ser o camisa 10 da equipe, mas uma possível saída de Talles Magno pode abrir possibilidades no time titular. Uma delas é a adaptação de Benítez a função de um ala pela direita que cai pro meio. Abrindo espaços para o apoio de Yago Pikachu, lateral bastante ofensivo. Assim sendo, uma possível vinda de Ricardo Oliveira ou Di Santo alteraria o sistema para um 4-4-2 com o novo centroavante atuando ao lado de German Cano.


Botafogo


Já no Botafogo, as posições que mais precisam de reforços são as pontas e a lateral direita. O time até sente falta de um volante de contenção, desde a saída de Rodrigo Lindoso e a perda da titularidade de Jean. Cícero vinha fazendo o papel mas perdeu posição para o jovem Caio Alexandre. Contratar Zé Wellison ou Ramon Martinez num primeiro momento seria para compor elenco.


Além disso, as presenças de Alex Santana, Gabriel Cortez, Bruno Nazário e Keisuke Honda inviabilizam a entrada de mais um jogador da função no 11 titular. Fora que Bruno abre como um ponta para que Honda jogue centralizado. Os demais brigam por posição. Na outra ponta o contestado Luiz Fernando e os jovens Luis Henrique e Rhuan brigam por posição, mas nenhum dos três é intocável ou insubstituível. O clube busca alternativas no mercado para a posição. Na frente, Pedro Raul vem tendo bons números na temporada, porém sente falta de uma sombra que desafie sua titularidade. Os jovens Rafael Navarro e Igor Cássio não inspiram muita confiança no torcedor. E um reserva como Ricardo Oliveira poderia ser interessante apesar de estar nos últimos anos de carreira e ter de baixar a pedida salarial.

© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes