© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Alternativa Esportes

Coronavírus e os campeonatos paralisados em todo o mundo; veja como fica o futebol

Por Nícholas Franco

Partida no dia 15 de março marcou o último fim de semana de jogos oficiais (FOTO: RICHARD DUCKER) / GRÊMIO)

Há dez dias a bola não rola nos principais gramados da Europa, e nesta segunda (23) se completará uma semana do período de abstinência dos torcedores brasileiros sem seu entretenimento favorito na TV ou nos estádios. Mas a ausência de partidas não é o único problema que preocupa os amantes do futebol. Mas principalmente… o que vai ser das temporadas em andamento já que não há previsão para o retorno de jogos oficiais?


Com os campeonatos hibernando por tempo indeterminado, por mais que algumas ligas e federações já tenham estipulado um prazo estimado de 15 dias até o retorno das competições, a verdade é que concluir as disputas dos torneios que estão em sua reta final sem que haja prejuízo na organização das temporadas futuras é quase impossível. Trabalhando no campo das especulações e ligando os pontos de algumas ideias que já foram debatidas entre dirigentes de clubes e responsáveis pelas entidades que coordena os certames, têm-se a seguinte situação:

BRASIL E AMÉRICA DO SUL


A nível nacional, estavam em disputa os campeonatos estaduais, já entrando em sua reta final das fases de classificação, assim como a Copa do Nordeste. A Copa do Brasil, estava na sua terceira fase eliminatória, já tendo concluído as partidas de ida e entrando na semana em que seriam disputadas as partidas de volta. Já a nível continental, a fase de grupos da Libertadores já tinha suas duas primeiras rodadas completadas. E a Copa-Sul Americana estava em compasso de espera dos clubes que virão da Libertadores para completar os classificados para a segunda fase.

Inscreva-se no canal Pautas & Táticas

Dentro deste cenário, cogitou-se dar por encerradas as competições estaduais ou alterar o regulamento do Campeonato Brasileiro para um formato de turno único e mata-mata. Ambas as opções são inviáveis visto a queda de braço que haveria entre as federações estaduais e as emissoras de TV. As Federações não abrem mão das datas que a ela são reservadas e não querem acrescentar mais um asterisco nos eventuais títulos que seriam creditadas às respectivas equipes de melhor campanha até o momento. Já às emissoras de TV aberta, fechada e pay-per-view realizaram pagamento pelos direitos de transmissão de 38 rodadas do Brasileirão, e uma redução no número de “produtos” adquiridos acarretaria em pedido de reembolso que dificilmente seria feito sem que houvesse alguma resistência.


Diante disso, e visto que a informação de momento do Ministério da Saúde é a de que o auge da pandemia se dará entre os meses de maio e junho, o Brasil está diante da oportunidade de parear seu calendário com o modelo FIFA, que é adotado pelas grandes potências do futebol europeu. Neste formato, as competições oficiais tem início em agosto de um ano e terminam no fim de maio ou no máximo na primeira semana de junho do ano seguinte. Imaginando que a normalidade dos hábitos sociais, entre eles a realização de partidas oficiais de futebol com portões abertos ao público se deverão nesta altura de 2020, a solução seria plausível e resolveria algumas questões que há tempos vêm sido debatidas no futebol brasileiro: como o período de pré-temporada para os clubes e o alinhamento da Libertadores com o período de disputa da Champions League. Nestas condições, a disputa dos estaduais poderiam ocorrer durante os torneios de seleções do meio do ano, como a Copa América e a Copa do Mundo. Já que as competições são vistas como menos importantes e poderiam preencher o período de hiato de uma temporada para a outra como um torneio preparatório.


CALENDÁRIO EUROPEU


Já no Velho Continente, os campeonatos e copas nacionais já estavam em sua reta final. Faltando entre sete e doze rodadas para a conclusão das principais ligas europeias. A Champions League, já tinha metade de seus confrontos de Oitavas-de-Final finalizados e os outros quatro jogos de volta seriam realizados na última semana. A UEFA, já sinalizou a possibilidade de realizar jogos só de ida nas fases de quartas e semifinais assim como é a decisão. Já a Europa League, teve apenas suas partidas de ida disputadas sendo que dois confrontos envolvendo clubes italianos (Sevilla X Roma, na Espanha e Internazionale X Getafe em Milão) sequer aconteceram em sua primeira perna. A Itália é o país europeu mais afetado com a pandemia, e paralisou completamente seus eventos esportivos além de proibir a entrada e saída de aviões na “terra da bota”.

Siga a Alternativa Esportes no Instagram!

Com a decisão pelo adiamento da Eurocopa que aconteceria em junho deste ano, os Europeus já possuem uma margem no calendário para concluir sua atual temporada até a data em que estava prevista o fim da Copa de Nações do continente (início de julho). Porém, para dar tempo para que as equipes consigam se preparar da melhor forma para as futuras temporadas e haja visto a imprevisibilidade do retorno das atividades, a sugestão de iniciar as duas próximas temporadas no inverno europeu, visando a realização da próxima Copa do Mundo em novembro de 2022 seria uma adequação a ser levada em consideração.


Sugestão de adaptações de calendários brasileiro e europeu. (IMAGEM: NÍCHOLAS FRANCO)

Seja lá qual for o formato que as entidades acharem melhor para a sequência das atuais e próximas edições dos torneios oficiais de futebol, uma coisa deve ser levada em consideração: o bom senso e a união dos clubes, ligas e federações envolvidas para que nenhuma decisão seja precipitada, fazendo com que o gravíssimo problema de saúde pública se agrave e o bem comum seja o norte buscado e alcançado por todos.


38 visualizações
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes