• Alternativa Esportes

Conmebol abre processo disciplinar contra Flamengo, que pode ficar sem torcida na Libertadores

Por: Almeno Campos

Torcida do Flamengo fazendo mosaico antes do jogo contra o Emelec, pela Libertadores (Foto: Rômulo Diego Moreira / Alternativa Esportes)

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) decidiu abrir processo disciplinar contra o Flamengo, que terá de responder por sinalizadores e bombas acendidas na partida do clube diante do Emelec, na última quarta-feira (31/07), pela Libertadores. A informação foi publicada inicialmente pelo site "UOL Esportes".


Ainda segundo a informação do portal, as ocorrências foram descritas em relatório feito após a partida da última quarta. Neste documento, o delegado do jogo e o profissional da segurança relatam que "bombas de grande estrondo" explodiram durante o jogo e após o fim da disputa de pênaltis. O uso de sinalizadores no Maracanã também foi relatado.


Caso o Tribunal Disciplinar considere que houve falha do clube, o Fla pode até jogar uma partida com os portões fechados. O regulamento prevê também penas que vão de uma simples advertência, pagamento de multa (de até 400 mil dólares), proibição de jogar em um determinado estádio, dentre outras. Uma ou mais sanções podem ser impostas. O Rubro-Negro tem até esta sexta (09/08) para enviar as suas alegações para a Conmebol.


O Flamengo enfrentará o Internacional no próximo dia 21/08, no Maracanã, pelo jogo de ida das quartas de final da Libertadores. Já o jogo de volta será no dia 28, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes