• Alternativa Esportes

Conheça a história do dia do goleiro e saiba os detalhes dos jogadores de referências dos Cariocas

Por Almeno Campos


Nos últimos anos, o futebol Carioca mostra sua potência com goleiros relevantes. (FOTO: RAFAEL RIBEIRO/CBF)

Neste domingo, dia 26 de abril, é Dia do Goleiro. A data é em homenagem a Manga, que faz aniversário no dia 26 de abril e é considerado um dos maiores arqueros da história do futebol brasileiro. A ideia de homenagear surgiu em 1975, por uma iniciativa do tenente Raul Carlesso, em acordo com o capitão Reginaldo Carlesso, ambos professores na Escola de Educação Física do Exército. Inicialmente, as comemorações seriam no dia 14 de abril, porém, após uma reunião entre goleiros da época, ficou estabelecido a atual data.


FOTO: (ARQUIVO / AE)

Haíltom Corrêa de Araújo, o Manga (foto), faz 83 anos neste domingo. Ele atuou entre 1955 a 1982, passando por Sport, Botafogo, Nacional do Uruguai, Internacional, Operário (MS), Coritiba, Grêmio e Barcelona de Guayaquil, do Equador, além de ter sido convocado para a Seleção Brasileira na década de 60.

Siga a Alternativa Esportes no Youtube!

Goleiros no futebol carioca recentemente convocados


O futebol carioca sempre foi referência em produzir atletas de excelência para o gol. Por isso, nos últimos anos, alguns goleiros foram figuras presentes com a amarelinha. Jefferson e Diego Cavaliere foram outros dois goleiros que já foram à Seleção. Hoje no Botafogo, Cavaliere foi convocado em 2013 para disputar a Copa das Confederações de 2013. À época, estava no Fluminense. Jefferson, um dos grandes ídolos da história do clube da Estrela Solitária, também foi convocado para essa competição. Os dois arqueiros foram campeões do torneio. O terceiro jogador que mais vestiu a camisa do Glorioso também esteve na Copa do Mundo de 2014 e na Copa América de 2011 e 2015.


No Flamengo, Júlio César foi convocado para Seleção. Enquanto estava no Rubro-Negro, o goleiro foi chamado para as disputas da Copa das Confederações de 2003 e da Copa América de 2004, sendo titular do Brasil e campeão na última competição. Já atuando na Europa, ele também participou de três Copas do Mundo (2006, 2010 e 2014), duas Copas da Confederações (2009 e 2013) e da Copa América de 2011.


No Vasco, quem foi chamado foi Fábio. Hoje considerado um dos grandes ídolos da história do Cruzeiro, o arqueiro esteve na Seleção na Copa das Confederações de 2003 e na Copa América de 2004 quando atuava no Gigante da Colina. Inclusive, foi campeão nesse último torneio. Outro que passou pelo clube de São Januário, entre 2014 e 2018, e que foi convocado foi Martín Silva, mas para a seleção do Uruguai, participando das Copas do Mundo de 2014 e 2018 e da Copa América de 2015 e 2016.

Siga a Alternativa Esportes no Twitter!

E o futuro?

(FOTO: ALEXANDRE LOUREIRO/CBF)

Há uma perspectiva de continuar brilhando nas próximas gerações. Recentemente, um goleiro que está nas categorias de base do Fluminense foi campeão do mundo com o Brasil. Marcelo Pitaluga (foto), de 17 anos, fez parte da equipe que conquistou o Mundial Sub-17 de 2019 com a Seleção Brasileira. Ele é visto como uma das grandes promessas do Tricolor e também do futebol brasileiro.




FOTO: (STAFF IMAGES / CBF)

Outro jovem goleiro que passou recentemente pela Seleção foi Hugo (foto). Hoje com 21 anos e no elenco profissional do Flamengo, Neneca, como também é conhecido, ainda estava na base do Rubro-Negro quando foi chamado pelo técnico Tite para a Seleção Principal em agosto de 2018, quando tinha 19 anos. Percebendo seu potencial, ele teve o contrato recentemente renovado. Seu vínculo com o Mais Querido vai até 2023.


31 visualizações

© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes