• Alternativa Esportes

Confira os 10 clubes que mais levaram gols de Gabigol e as marcas do artilheiro com apenas 23 anos

Por Thiago Julianelli


Contando clubes, Seleção Brasileira e Seleção Olímpica, Gabigol tem 143 gols em 308 jogos | Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

A frase "hoje tem gol do Gabigol" certamente é uma das mais proferidas pelo torcedor Rubro-Negro, desde o ano passado até os dias de hoje. Com apenas 23 anos, o atacante Gabriel Barbosa caiu nas graças da torcida flamenguista e atualmente pode ser considerado um dos principais nomes brasileiros da posição. Os números que ele soma, na ainda curta trajetória, não mentem, com 143 gols em 308 jogos, em sete anos de carreira até aqui.


Aos 16 anos, o atacante estreou profissionalmente em 2013 pelo Santos, justamente contra o Rubro-Negro, no empate em 0x0 no Mané Garrincha, em Brasília. O duelo foi válido pelo Brasileirão daquele ano e marcou despedida de Neymar do Peixe. A partir daí, o camisa 9 empilhou artilharias, títulos e claro, muitos gols anotados. Mas você sabe qual o time que ele mais gosta de balançar a rede? Confira abaixo o levantamento, em que destacamos os tentos e números de jogos contra cada clube:


Top-10 clubes que mais levaram gols de Gabigol:


10º - Figueirense – 4 gols em 6 jogos


9º - Paraná – 4 gols em 2 jogos


8º - Corinthians – 5 gols em 13 jogos


7º - Cruzeiro – 5 gols em 10 jogos


6º - Vasco – 5 gols em 8 jogos


5º - Atlético-MG – 5 gols em 8 jogos


4º - Fluminense – 6 gols em 15 jogos


3º - Internacional – 6 gols em 10 jogos


2º - Athletico-PR – 6 gols em 8 jogos


1º - Palmeiras – 10 gols em 18 jogos

Palmeiras é o primeiro da lista de Gabigol: só ano passado, foram quatro gols anotados em dois jogos | Foto: Renato Pizzutto/BP Filmes

OBS: Grêmio, Ponte Preta e Sport também levaram quatro gols, mas não entraram na lista porque foram necessários mais jogos para o atacante marcar - 15, sete e oito partidas respectivamente.


OBS 2: o critério para a 5ª posição foram os minutos em campo: ele jogou 641 minutos contra o Vasco e 600 contra o Atlético-MG. Assim, levou menos tempo para marcar gols no Galo.

Inscreva-se no canal da Alternativa Esportes no YouTube!

Fenômeno? Oito artilharias, nove títulos e grandes feitos com apenas 23 anos

Pode levantar a plaquinha! Comemoração com o recado "hoje tem gol do Gabigol" foi constante em 2019 | Foto: Buda Mendes/Getty Images

No total, se formos fazer uma conta rápida, Gabigol tem mais artilharias (oito) e títulos (nove) do que anos jogados como profissional (sete). Pelo Santos, ele foi o maior goleador nas Copas do Brasil de 2014, 2015 e 2018, com seis, oito e quatro gols, respectivamente. Em 2018, inclusive, se tornou o primeiro jogador no futebol brasileiro a ser artilheiro da Copa do Brasil e do Brasileirão numa única temporada. No campeonato nacional, ainda pelo Santos, chegou à quarta artilharia da carreira, ao anotar 18 gols ao fim do certame.


Em 2019, já no Rubro-Negro, a rotina seguiu sendo a mesma, com muitas bolas nas redes dos adversários. Ele chegou a incríveis 43 gols em 59 jogos na temporada, sendo artilheiro na Copa Libertadores, com nove gols, e novamente do Brasileirão, com 25 tentos. Neste ano, Gabigol tornou-se artilheiro em duas outras competições: na Supercopa do Brasil, com um gol, e no Campeonato Carioca, com oito bolas na rede.

Gabigol e a torcida rubro-negra: a relação de amor foi instantânea | Foto: Cléver Félix/Agência O Dia

Uma pequena curiosidade ainda sobre as artilharias: em 2015, na Copa do Brasil, ele marcou gols em todas as fases das oitavas até a final: foram seis gols em oito jogos. Esse feito de gols em todas as fases de mata-mata foi repetido em 2019, na Libertadores, pelo Flamengo, quando marcou sete gols em sete jogos, inclusive os dois da final contra o River Plate (ARG), que deram a taça ao Rubro-Negro após 38 anos.


Os títulos também são frequentes na trajetória do camisa 9 do Flamengo no futebol. Pelo Peixe, conquistou dois Campeonatos Paulistas (2015 e 2016), e pela Seleção Brasileira, colocou no peito o inédito ouro nos Jogos Olímpicos do Rio (2016). Pelo clube da Gávea, ele já ganhou uma Copa Libertadores (2019), um Brasileirão (2019), uma Recopa Sul-Americana (2020), uma Supercopa do Brasil (2020) e dois Campeonatos Cariocas (2019 e 2020).


Em tão pouco tempo, o jovem jogador já tem marcas e conquistas de gente grande. A pergunta que fica é: até onde pode chegar Gabriel Barbosa? O tempo vai dizer, e claro, nós vamos seguir acompanhando os próximos capítulos da história do goleador.

© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes