• Alternativa Esportes

Cena lamentável em arquibancada marca Gre-Nal 421

Por: Matheus Romling e Almeno Campos

Cenas que não combinam em nada com a grandeza do clássico ( Foto: Reprodução / SporTV)

No clássico Gre-Nal de número 421, Internacional e Grêmio empataram em 1 a 1 no estádio Beira-Rio, pela 11ª rodada do Brasileirão. No entanto, o principal destaque da partida não veio dos gramados, mas sim das arquibancadas, quando uma torcedora gremista e seu filho foram cercados e hostilizados por colorados.


Ao sacudir uma camisa do Grêmio após comemorar o empate do clube, a torcedora acabou sendo empurrada e levando tapas por parte de uma mulher torcedora do Colorado. O filho da gremista teve de ser retirado aos prantos por parte de funcionários do Internacional, juntamente com a mãe. A colorada se pronunciou a respeito do episódio em entrevista ao site "GaúchaZH":


- Após finalizar o jogo, fiquei dentro do estádio, aguardando alguns minutos, por causa do congestionamento. Então avistei a torcedora agitando a camisa do Grêmio em direção à torcida do Grêmio. Fui ao encontro dela e comecei a gritar para baixar a camiseta e disse que ali não era o lugar dela. Ainda questionei o exemplo que ela estava dando para o filho. Num ato impulsivo, tentei baixar a camiseta. Baixei. Começamos a nos empurrar. Chegou o segurança, nos separou, tirou do estádio. Foi um ato impulsivo. Não gostaria de ter agredido. Também tenho filho e também o levo ao estádio. Era só para mostrar que ela estava no lugar errado. Em um Gre-Nal sempre tem a tensão, e o estádio tem a torcida adversária e a torcida mista para isso. Não tive intenção de agredir, assustar ninguém - disse a mulher, que não divulgou sua identidade.


O supervisor do Departamento do Torcedor Gremista, Thiago Floriano, disse que o clube manterá contato com a criança e sua mãe. A preocupação do dirigente é que o clube ajude o garoto a lidar “da forma mais saudável possível com a situação”.


O caso será investigado pela Promotoria do Torcedor, pelo Ministério Público e pela Polícia Civil. Conforme o delegado Miguel Mendes Ribeiro, os envolvidos serão intimados para depor a partir desta segunda-feira. A Polícia identificou a mulher e dois homens, além de um funcionário do Inter, que aparecem nas imagens intimidando a torcedora do Grêmio e o filho dela. Eles podem ser afastado dos estádios de futebol em caso de punição.


Mulher é suspensa do quadro social do Inter


A torcedora do Internacional que agrediu mãe e filhos gremistas foi identificada e suspensa temporariamente do quadro social do clube. O anúncio foi feito em uma nota oficial divulgada nesta segunda-feira (22/07). Outros dois homens que aparecem nas imagens foram identificados: um deles é conselheiro e outro é sócio do clube. Segundo o texto, eles devem responder a um processo disciplinar do Conselho Deliberativo. Leia a nota:


"Após os fatos ocorridos ao final do clássico Gre-Nal do último sábado (20), o Sport Club Internacional analisou as imagens e determinou a suspensão temporária da sócia envolvida no ato.


Além da torcedora, os outros dois envolvidos também foram denunciados à Ouvidoria do Clube para abertura de processo disciplinar, que será analisado e processado pela Comissão de Ética e Disciplina do Conselho Deliberativo.


Informamos também que as imagens e as identificações serão entregues à Promotoria Especial do Torcedor do Ministério Público.


Ressaltamos, mais uma vez, que o Clube do Povo não compactua com nenhum tipo de violência ou discriminação".

0 visualização

© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes