• Alternativa Esportes

Após contratações, Botafogo pode voltar a sonhar alto depois de anos turbulentos

Este é um artigo opinativo. O texto abaixo é de total responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, a opinião da Alternativa Esportes Web Rádio.


Por João Pedro Ramalho


Dupla gringa deve formar parceria no time titular do Botafogo | Foto: Getty Images

Com a maior dívida do futebol brasileiro (R$ 822 milhões), a esperança do Botafogo começa e termina no projeto S/A. Essa viabilidade de novos tempos em General Severiano atrai não só investidores, mas também jogadores conceituados que acreditam no projeto alvinegro. Com a chegada do meia japonês Honda e do atacante marfinense Kalou, o Glorioso volta a criar expectativa na torcida, que amargou momentos conturbados nos últimos anos.


Mesmo com poucos recursos, o Botafogo de 2020 teve o elenco totalmente remodelado e agora trabalha para mudar a perspectiva de coadjuvante que o acompanha há anos. Essa reestruturação possibilita o clube voltar a sonhar com dias melhores, além de romper com o paradigma relacionado à fuga do rebaixamento, que assombrou o clube nas últimas temporadas.

Inscreva-se no canal da Alternativa Esportes no YouTube!

Neste ano, o Alvinegro acertou em algumas contratações, entre elas a do atacante Pedro Raul e do meia Bruno Nazário, artilheiros e destaques desse primeiro semestre em General Severiano. A confiança na base também gerou frutos, e o Bota aposta no companheirismo de Marcelo Benevenuto e Kanu, a dupla de zaga mais jovem do Campeonato Brasileiro. O volante Caio Alexandre e o atacante Luis Henrique, também promessas da base, assumiram bem a titularidade e vêm atuando com personalidade.


A chegada do experiente zagueiro Rafael Forster, que atuava no Ludogorets (BUL), também deve somar ao sistema defensivo do Glorioso. Junto ao defensor, um acerto próximo com o lateral-esquerdo Victor Luís, do Palmeiras, é chave fundamental para o Botafogo tornar-se de vez mais competitivo. O jogador, que já atuou no clube e se identifica com a instituição, pode acrescentar e resolver sérios problemas que ainda persistem na lateral do clube carioca.


Com a experiência e qualidade de Honda e Kalou - este último, inclusive, provavelmente tomará o lugar do contestado Luís Fernando na equipe titular - e com o time que vem montando, o Botafogo almeja quebrar a marca de 25 anos sem conquistar um título de relevância, o maior jejum do futebol brasileiro.

© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes