• Alternativa Esportes

A NBA está de volta! Confira um resumão dos dois duelos que marcaram o retorno da liga americana

Por Igor Zamforlim


Volta da NBA também foi marcada por protestos: "How many more?", frase antirracista, que traduzida fica "Quantos mais?" | Foto: Jim Poorten/NBAE/Getty Images

Com apenas 22 times e em um local único, a maior liga de basquete do mundo voltou às suas atividades na último quinta-feira (30) com dois grandes jogos: a espera finalmente acabou e podemos dizer que a NBA está de volta. Após estar parada desde março, a liga americana de basquete precisou se desdobrar para conseguir realizar os jogos restantes da temporada. Para isso, foi realizado um esquema de “bolha” visando a segurança de todos os envolvidos nesse processo, contando com jogadores, comissão técnica e funcionários. Foi necessário enviar todos para um complexo em Orlando, no qual permanecerão isolados até o final da temporada.


O retorno da liga não poderia ser de melhor forma para os fãs, com duas partidas emocionantes. Tanto Utah Jazz contra New Orleans Pelicans, quanto o clássico de Los Angeles entre Lakers e Clippers, foram decididos nos últimos segundos. A noite também contou com protestos contra o racismo: os jogadores se ajoelharam na hora do hino nacional americano e levavam nas camisas palavras e frases de protesto no lugar dos nomes.

Siga a Alternativa Esportes no Twitter!

Utah Jazz (42V-23D) 106 x 104 New Orleans Pelicans (28V-37D)

Comandados por Brandon Ingram, a equipe do Pelicans teve uma soberania na maior parte do tempo de partida, e assim que assumiu a liderança no fim do primeiro quarto, a equipe da Louisiana não deu chances à equipe adversária de encostar no placar. Porém, no último quarto, a dupla RudyGobert e Donovan Mitchell se sobressaiu, somando defesa e ataque. Com isso, conseguiu segurar o jovem ataque de New Orleans, e no fim da partida, conseguiu encostar no placar.


As duas equipes ainda disputaram, lance a lance, a liderança no final da partida, e nos últimos segundos, RudyGobert colocou o Utah Jazz na frente do placar com dois lances livres. Brandon Ingram ainda teve chance de virar o jogo em um arremesso de três pontos no estouro do cronômetro, mas acabou errando e confirmando a vitória da equipe do Jazz.

Los Angeles Lakers (50V-14D) 103 x 101 Los Angeles Clippers (44V-21D)

Além de um clássico, foi o confronto entre o primeiro e o segundo colocado da Conferência Leste, e muito se espera que esse seja o confronto de final da conferência nos playoffs. Como já era de se imaginar, foi um jogo muito físico por contar com duas fortes defesas. Comandados por LeBron James e Anthony Davis, o time do Lakers foi superior a maior parte do jogo, principalmente no primeiro tempo, quando não esteve atrás do placar em nenhum momento, embora tivera uma queda de rendimento no final do segundo quarto.


Na volta do intervalo, impulsionados por Paul George e Kawhi Leonard, a equipe do Clippers impôs o jogo, virando o placar e comandando todo o terceiro quarto. No último quarto da partida, as equipes se mantiveram próximas no placar, trocando a liderança no decorrer do quarto até estarem empatadas faltando menos de trinta segundos para encerrar o confronto, com uma cesta de três pontos de Paul George. Porém, foi a estrela de LeBron James que brilhou no fim, ao fazer dois pontos em uma bandeja, após pegar o próprio rebote faltando doze segundos para o final. Na defesa, marcou muito bem Paul George, que teve a chance de virar o jogo com uma cesta de três pontos no encerramento da partida, mas acabou não concluindo a jogada e concedendo a vitória ao Los Angeles Lakers.

0 visualização

© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes