© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Alternativa Esportes

A arte do mau gerenciamento


Por: José Roberto Julianelli


Estádio Nilton Santos ficou esvaziado no primeiro joga da decisão do Carioca (Foto: Davi Barros/Twitter)


O Campeonato Carioca está chegando ao fim (alguns dirão: "Até que enfim!"). No próximo domingo (21/04), Flamengo e Vasco farão o último jogo, e o Rubro-Negro, após a vitória por 2 a 0 conquistada neste domingo (14/04), no Nilton Santos, com dois gols de Bruno Henrique, leva a vantagem de poder perder o segundo jogo por um gol de diferença. Uma vitória do Cruz-maltino por dois gols de diferença leva a decisão para os pênaltis. Ao Gigante da Colina só resta vencer por três ou mais gols de diferença para conquistar o título carioca de 2019.


Pelo que vimos hoje no Niltão, e considerando a diferença técnica abissal existente entre as duas equipes, convenhamos que o Flamengo já colocou uma das mãos na taça. Não vou sacramentar a conquista do clube da Gávea, porque em futebol tudo é possível, mas será muito difícil a perda desse título. E vou além: tendo em vista que na outra semana o Flamengo precisará viajar a Quito para enfrentar a LDU na altitude, num jogo decisivo pela Libertadores, eu ousaria resguardar alguns jogadores nesse jogo. Por exemplo, descansaria os volantes Cuéllar e Arão, além do meia Everton Ribeiro; Bruno Henrique levou o terceiro cartão e está fora da grande final.


Se a minha análise se restringisse às quatro linhas, seria tudo muito bonito. Tivemos um jogo animado, sem violência, alguns lances polêmicos como a anulação de um gol do Flamengo, na minha opinião erradamente... enfim, um futebol agradável de se ver, intenso e disputado até o último apito do árbitro.


Entretanto, uma ocorrência não pode passar sem registro. Não dá para deixar de fazer uma comparação que revela o quanto de amadorismo ainda existe na cabeça de alguns dirigentes do nosso futebol, em especial no Rio de Janeiro. Uma polêmica idiota criada pelo presidente do Vasco, relacionada a mando de campo e envolvendo também o acordo celebrado por Flamengo e Fluminense para o gerenciamento do Maracanã, acabou levando o primeiro jogo da decisão para o estádio Nilton Santos. E a comparação que faço é a seguinte: enquanto um jogo da grandeza e importância de um Vasco x Flamengo teve apenas 10.854 presentes ao estádio, no mesmo horário, o Morumbi recebeu 58.713 torcedores, no também primeiro jogo da final do Campeonato Paulista, para uma renda superior a 6 milhões de reais. Para o clássico carioca, que já foi chamado de Clássico do Milhões, foi lamentável ver uma renda de pouco mais de 500 mil reais, ou seja, quase 12 vezes menor que a obtida no clássico entre São Paulo e Corinthians.


Até quando o pensamento tacanho e ultrapassado continuará dando as cartas no futebol do Rio de Janeiro? Até quando dirigentes com essa forma de administrar os clubes ainda terão espaço, principalmente nos chamados grandes do Rio de Janeiro. Enquanto aqui perto de nós, o estado de São Paulo consegue organizar um campeonato com um regulamento simples (que qualquer ser humano consegue entender) e rentável, aqui no Rio são produzidos regulamentos ridiculamente confusos, que põem à prova a capacidade de interpretação de todos. E ainda não satisfeitos, conseguem estragar a festa dos torcedores, inviabilizando seu comparecimento aos estádios. É a arte de gerenciar com ineficiência, irresponsabilidade e descompromisso com o patrimônio que está sob seu cuidado.


Vamos aguardar o fato novo que será inventado durante a próxima semana para desviar o foco do que é o mais importante, o jogo de futebol, a decisão do campeonato. Porque certos indivíduos desprovidos de inteligência, que atendem pelo nome de dirigentes de clubes, conseguem se superar na arte de fazer bobagens e tomar decisões que só prejudicam o nosso futebol.


Grande abraço!

48 views
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes