• Alternativa Esportes

98 anos de páginas heroicas e imortais


Por: J.V. Laguárdia


O dia 2 de Janeiro é uma data comemorativa para aproximadamente 9 milhões de cruzeirenses apaixonados. Nesta primeira quarta-feira de 2019, o Cruzeiro completa 98 anos de existência, e claro, repleto de muitas histórias vencedoras e títulos. Para comemorar o 98º aniversário, como de praxe, uma missa de ações de graças será realizada, aberta ao público, às 19 horas, no ginásio do Barro Preto.


A instituição foi fundada por um grupo de esportistas italianos e recebeu o nome de Fundação do Societá Sportiva Palestra Itália, mas foi em 1942 que o nome foi alterado para Cruzeiro Esporte Clube. No ano seguinte, 1943, inaugurou o uniforme azul e branco, um dos mais bonitos do mundo. Em 1945, ano em que se encerrou a Segunda Guerra Mundial, foi instaurada a Raposa como mascote do clube. Mas foi em 1959 que as cinco estrelas foram cravadas no peito. Em 1973, foi inaugurado a Toca da Raposa l, o que mudou o patamar do clube: com esse investimento a colheita dos frutos eram certas.


Três anos depois da inauguração da Toca, o primeiro título. E o mais importante foi conquistado em 1976, a Taça Libertadores. A partida foi contra o River Plate-ARG e disputada no Chile, com resultado final de 3×2. O time era um espetáculo: Raúl, Nelinho, Morais, Darcy Menezes, Vanderley, Piazza, Zé Carlos, Ronaldo Drumond, Eduardo, Palhinha e Joãozinho. O técnico era Zezé Moreira. Vale a pena destacar que a equipe teve o melhor ataque da competição na primeira fase, com 20 gols. Além disso, Palhinha foi o artilheiro, marcou 13 vezes. Como se não bastasse, a maior goleada foi aplicada pelo Cruzeiro, no estádio Mineirão: 7×1 no Alianza Lima.


De 1921 até 2018 o Cruzeiro fez se valer do seu hino, principalmente a seguinte parte: “Temos páginas heroicas e imortais”. São duas Copas Libertadores, quatro Campeonatos Brasileiros, seis Copas do Brasil e diversos outros títulos.


Além disso, o clube deu a sua contribuição na revelação de atletas. Da Toca l, centro de formação e treinamento das equipes de base, saíram o goleiro Jefferson e os laterais Maicon e Maxwell. Fora isso, foi no Cruzeiro que um gigante ganhou projeção para o futebol: Ronaldo.


A temporada 2019 promete para a Nação Azul. A espinha dorsal foi mantida e a diretoria prometeu reforços pontuais para as duas laterais, um meio campista e um jogador de lado de campo. Ter um elenco forte é imprescindível para o Cruzeiro, a equipe terá uma agenda cheia, terá a Libertadores da América, a Copa do Brasil, o Brasileirão e o Campeonato Mineiro.


Torcedor Cruzeirense, a Alternativa Esportes quer saber: para você qual é a seleção de todos os tempos do Cruzeirão Cabuloso?

1 visualização

© 2018 Alternativa Esportes. Orgulhosamente criado com Bruno Pinheiro. 

  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes
  • Facebook - Alternativa Esportes
  • Instagram - Alternativa Esportes
  • Twitter - Alternativa Esportes
  • Youtube - Alternativa Esportes